Fernando Ragne recebe a faixa preta de karatê com nota máxima na Prudentina

A imagem pode conter: 1 pessoa

Hoje foi dia de concluir o treinamento de uma vida toda.
Eu, meu mestre Moacir Quissi e meus amigos irmãos, recebemos a tão sonhada FAIXA PRETA, símbolo maior de quem nunca desistiu, que suou sangue para chegar até aqui. Foram 18 meses de treinos intensos, sendo que os últimos 120 dias foram diários, tanto que quando fizemos o exame, tá lá, NOTA MÁXIMA.
Dizem que de cada 100 praticantes de karatê, apenas 1 chega a faixa preta. Sou esse 1.
Agradeço aqui o Sensei Moacir Quissi pela humildade, paciência (as vezes nem tanta), correções, treinamentos com frio de 7° graus, corpo doendo, quando ia pensar em desistir ou afrouxar no treino, vinha o sensei dizendo que é assim que se conquista, que precisa merecer, força, vamos lá, lute, não para e assim por diante.
Obrigado Sensei, com a permissão de Deus estaremos sempre juntos.
Minha família Cristiane Ragne, Theus Ragne e João Antônio Ragne pela paciência e compreensão, pois era treino todos os dias e a meu Pai Toninho Ragne pela ajuda financeira. Obrigado.
Lembro ainda do Sensei Herbert Startare e Sensei Hideraldo Nascimento que também contribuíram com ensinamentos, correções e incentivos, também o meu muito obrigado a vocês.
Essa é nossa segunda família.
Abraço a todos os meus parceiros de treino, pra vocês, oss.

Pra todos também,

Oss…Fernando Ragne

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé

A imagem pode conter: 9 pessoas

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, campo de beisebol e área interna